Era uma vez um cliente que gostou do que viu mas não sabia...
Como encomendar
Basta enviar-nos um email com as referências e quantidades que pretende, ou adquirir através da nossa Loja Online com pagamentos em Paypal ou Crédito.

Se nos enviar o pedido por e-mail, receberá uma resposta de confirmação com a referência multibanco para proceder ao pagamento.

Após envio de comprovativo de transferência, a sua encomenda será validada e enviada!
(até 72 horas ou antes na morada indicada)

Em caso de alguma dúvida pode sempre contactar-nos.

Se deseja receber informações sobre as nossas condições para revenda ou sobre os nossos produtos entre em contacto connosco.
Exemplo
De: Joana Lima
E-Mail: joanalima@gmail.com
Telefone: 912 345 678
Morada: Rua da Alegria, n.º 6, 1º – 1000-000 Lisboa
Assunto: ENCOMENDA
Mensagem: 3 x Manjerico, referência V.LE002VC – Vidrado – Verde Caldas
A Medusa e o Manjerico
  • Referência
  • Medidas
  • P.V.P
    • A Medusa e o Manjerico
      “A Medusa e o Manjerico” é uma peça totalmente feita à mão, composta por um vaso em terracota de fabrico português e uma campânula (manjerico) em faiança vidrada num branco mate singular. É ainda ornamentada com um colorido cravo de papel, feito à mão por uma artesã portuguesa especializada, acompanhado de uma quadra popular do poeta Fernando Pessoa. No interior do vaso encontra ainda uma carteira de sementes de manjerico para cultivo, fornecida por um dos maiores produtores nacionais desta planta tradicional.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta de papel, que contém uma ilustração exclusiva e o resumo do conto “A Medusa e o Manjerico”, que conta a história de um herói chamado Perseu que se apaixonou pela Medusa, a lendária mulher de cabelos de serpente cujo olhar transforma tudo em pedra. Conteúdos em Português e Inglês.
      V.LE.001.BM
      Manjerico Grande Branco Mate
      Ø94x145mm
      19.50 euros
      Cores disponiveis dos cravos:
    • V.LE.001.BM
    • Ø94x145mm
    • 19.50 euros
    • A Medusa e o Manjerico
      “A Medusa e o Manjerico” é uma peça totalmente feita à mão, composta por um vaso em terracota de fabrico português e uma campânula (manjerico) em faiança vidrada num branco mate singular. É ainda ornamentada com um colorido cravo de papel, feito à mão por uma artesã portuguesa especializada, acompanhado de uma quadra popular do poeta Fernando Pessoa. No interior do vaso encontra ainda uma carteira de sementes de manjerico para cultivo, fornecida por um dos maiores produtores nacionais desta planta tradicional.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta de papel, que contém uma ilustração exclusiva e o resumo do conto “A Medusa e o Manjerico”, que conta a história de um herói chamado Perseu que se apaixonou pela Medusa, a lendária mulher de cabelos de serpente cujo olhar transforma tudo em pedra. Conteúdos em Português e Inglês.
      V.LE.002.BM
      Manjerico Pequeno Branco Mate
      Ø76x120mm
      17 euros
      Cores disponiveis dos cravos:
    • V.LE.002.BM
    • Ø76x120mm
    • 17 euros
    • A Medusa e o Manjerico
      “A Medusa e o Manjerico” é uma peça totalmente feita à mão, composta por um vaso em terracota de fabrico português e uma campânula (manjerico) em faiança vidrada num verde caldas singular. É ainda ornamentada com um colorido cravo de papel, feito à mão por uma artesã portuguesa especializada, acompanhado de uma quadra popular do poeta Fernando Pessoa. No interior do vaso encontra ainda uma carteira de sementes de manjerico para cultivo, fornecida por um dos maiores produtores nacionais desta planta tradicional.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta de papel, que contém uma ilustração exclusiva e o resumo do conto “A Medusa e o Manjerico”, que conta a história de um herói chamado Perseu que se apaixonou pela Medusa, a lendária mulher de cabelos de serpente cujo olhar transforma tudo em pedra. Conteúdos em Português e Inglês.
      V.LE.001.VC
      Manjerico Grande Verde Caldas
      Ø94x145mm
      19.50 euros
      Cores disponiveis dos cravos:
    • V.LE.001.VC
    • Ø94x145mm
    • 19.50 euros
    • A Medusa e o Manjerico
      “A Medusa e o Manjerico” é uma peça totalmente feita à mão, composta por um vaso em terracota de fabrico português e uma campânula (manjerico) em faiança vidrada num verde caldas singular. É ainda ornamentada com um colorido cravo de papel, feito à mão por uma artesã portuguesa especializada, acompanhado de uma quadra popular do poeta Fernando Pessoa. No interior do vaso encontra ainda uma carteira de sementes de manjerico para cultivo, fornecida por um dos maiores produtores nacionais desta planta tradicional.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta de papel, que contém uma ilustração exclusiva e o resumo do conto “A Medusa e o Manjerico”, que conta a história de um herói chamado Perseu que se apaixonou pela Medusa, a lendária mulher de cabelos de serpente cujo olhar transforma tudo em pedra. Conteúdos em Português e Inglês.
      V.LE.002.VC
      Manjerico Pequeno Verde Caldas
      Ø76x120mm
      17 euros
      Cores disponiveis dos cravos:
    • V.LE.002.VC
    • Ø76x120mm
    • 17 euros
A Alfacinhados Caracóis
  • Referência
  • Medidas
  • P.V.P
    • A Alfacinha dos Caracóis
      “A Alfacinha dos Caracóis” recupera a tradição da reprodução de elementos vegetalistas, através da técnica de molde directo, conformação por enchimento a dedo e aplicação de borracha manualmente. A peça é vidrada e pintada manualmente com dois tons de verde e adornada com um caracol e dois indispensáveis palitos da marca portuguesa Campeões.
      Esta folha de alface foi especialmente pensada para servir caracóis ou outros petiscos. A peça permite a lavagem na máquina de lavar e o uso do microondas.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta de papel, que contém uma ilustração e o resumo do conto “A Alfacinha dos Caracóis”, que conta a história da origem do termo “Alfacinhas” para se referir aos habitantes de Lisboa, bem como a de uma jovem vendedora de alfaces de cabelo encaracolado que um dia salvou a cidade de Lisboa de um cerco. Conteúdos em Português e Inglês
      V.LE.004.VV
      Folha de Alface com Caracol
      180x145x47mm
      17 euros
    • V.LE.004.VV
    • 180x145x47mm
    • 17 euros
    • A Alfacinhados Caracóis
      “A Alfacinha dos Caracóis” recupera a tradição da reprodução de elementos vegetalistas, através da técnica de molde directo e da aplicação de borracha manualmente. A peça é vidrada e pintada manualmente com dois tons de verde.
      Esta folha de alface foi especialmente pensada para servir caracóis ou outros petiscos. A peça permite a lavagem na máquina de lavar e o uso do microondas.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta de papel, que contém uma ilustração e o resumo do conto “A Alfacinha dos Caracóis”, que conta a história da origem do termo “Alfacinhas” para se referir aos habitantes de Lisboa, bem como a de uma jovem vendedora de alfaces de cabelo encaracolado que um dia salvou a cidade de Lisboa de um cerco. Conteúdos em Português e Inglês
      V.LE.005.VV
      Folha de Alface
      180x145x37mm
      14.50 euros
    • V.LE.005.VV
    • 180x145x37mm
    • 14.50 euros
    • A Alfacinha dos Caracóis
      “A Alfacinha dos Caracóis” recupera a tradição da reprodução de elementos vegetalistas, através da técnica de molde directo.
      Este conjunto é composto por duas folhas de alface vidradas numa só cor.
      Esta folha de alface foi especialmente pensada para servir caracóis ou outros petiscos. A peça permite a lavagem na máquina de lavar e o uso do microondas.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado, e as peças são personalizadas por um fio de algodão e  uma etiqueta identitária. Conteúdos em Português e Inglês
      V.LE.006.V
      Cj. de duas folhas de Alface
      180x145x37mm
      17.20 euros
    • V.LE.006.V
    • 180x145x37mm
    • 17.20 euros
    • A Alfacinha dos Caracóis
      “A Alfacinha dos Caracóis” recupera a tradição da reprodução de elementos vegetalistas, através da técnica de molde directo.
      Este conjunto é composto por duas folhas de alface vidradas numa só cor.
      Esta folha de alface foi especialmente pensada para servir caracóis ou outros petiscos. A peça permite a lavagem na máquina de lavar e o uso do microondas.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado, e as peças são personalizadas por um fio de algodão e uma etiqueta identitária. Conteúdos em Português e Inglês
      V.LE.006.B
      Cj. de duas folhas de Alface
      180x145x37mm
      17.20 euros
    • V.LE.006.B
    • 180x145x37mm
    • 17.20 euros
O CorvoMalandro
  • Referência
  • Medidas
  • P.V.P
    • O Corvo Malandro
      “O Corvo Malandro” é uma representação de uma observação própria, em faiança, vidrado e decorado, segundo o uso da tradição da técnica manual do mergulho e da pintura sobre vidro. Enobrecido por duas patas fundidas em latão, segundo o processo de fundição manual em molde de areia.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta de papel, que contém uma ilustração exclusiva e o poema “O Corvo Malandro”, que conta a história de como o símbolo da cidade de Lisboa se transformou no animal de estimação preferido de todos os taberneiros da cidade. Conteúdos em Português e Inglês
      LE.007.PC
      Corvo com patas em latão natural
      200x95x220mm
      44.10 euros
    • LE.007.PC
    • 200x95x220mm
    • 44.10 euros
    • O Corvo Malandro
      “O Corvo Malandro” é uma representação de uma observação própria, em faiança, vidrado e decorado, segundo o uso da tradição da técnica manual do mergulho e da pintura sobre vidro. Enobrecido por duas patas fundidas em latão oxidado, segundo o processo de fundição manual em molde de areia, com acabamento oxidado.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta de papel, que contém uma ilustração exclusiva e o poema “O Corvo Malandro”, que conta a história de como o símbolo da cidade de Lisboa se transformou no animal de estimação preferido de todos os taberneiros da cidade. Conteúdos em Português e Inglês
      LE.008.PC
      Corvo com patas em acabamento oxidado
      200x95x220mm
      44.10 euros
    • LE.008.PC
    • 200x95x220mm
    • 44.10 euros
Martinho e as Estrelas
  • Referência
  • Medidas
  • P.V.P
    • Martinho e as Estrelas
      “Martinho e as Estrelas” é uma representação de uma observação própria do ouriço da castanha, inspirada nos seus espinhos e tons. Esta peça em faiança é vidrada manualmente a verde caldas, uma das cores alusivas à tradicional faiança das Caldas, segundo o uso da tradição da técnica manual do mergulho e da vidração à pistola.
      A peça permite a lavagem à máquina e o uso do micro-ondas.
      Embalagem
      A Caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do conto “Martinho e as Estrelas”. Reinterpreta a tradicional lenda de São Martinho que, ao atirar os ouriços das castanhas para o céu, transforma-os em estrelas, dando origem ao famoso Verão de São Martinho. Conteúdos em Português e Inglês
      LE.009.VC
      Ouriço da castanha em Verde Caldas
      195x165x90mm
      28.50 euros
    • LE.009.VC
    • 195x165x90mm
    • 28.50 euros
    • Martinho e as Estrelas
      “Martinho e as Estrelas” é uma representação de uma observação própria do ouriço da castanha, inspirada nos seus espinhos e tons. Esta peça em faiança é vidrada manualmente a verde musgo, uma das cores alusivas à tradicional faiança das Caldas, segundo o uso da tradição da técnica manual do mergulho e da vidração à pistola.
      A peça permite a lavagem à máquina e o uso do microondas.
      Embalagem
      A Caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do conto “Martinho e as Estrelas”. Reinterpreta a tradicional lenda de São Martinho que, ao atirar os ouriços das castanhas para o céu, transforma-os em estrelas, dando origem ao famoso Verão de São Martinho. Conteúdos em Português e Inglês
      LE.010.VM
      Ouriço da castanha em Verde Musgo
      195x165x90mm
      28.50 euros
    • LE.010.VM
    • 195x165x90mm
    • 28.50 euros
    • Martinho e as Estrelas
      “Martinho e as Estrelas” é uma representação de uma observação própria do ouriço da castanha, inspirada nos seus espinhos e tons. Esta peça em faiança é vidrada manualmente a castanho manganês, uma das cores alusivas à tradicional faiança das Caldas, segundo o uso da tradição da técnica manual do mergulho e da vidração à pistola.
      A peça permite a lavagem à máquina e o uso do micro-ondas.
      Embalagem
      A Caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do conto “Martinho e as Estrelas”. Reinterpreta a tradicional lenda de São Martinho que, ao atirar os ouriços das castanhas para o céu, transforma-os em estrelas, dando origem ao famoso Verão de São Martinho. Conteúdos em Português e Inglês
      LE.011.CM
      Ouriço da castanha em Castanho Manganês
      195x165x90mm
      28.50 euros
    • LE.011.CM
    • 195x165x90mm
    • 28.50 euros
    • Martinho e as Estrelas
      “Martinho e as Estrelas” é uma representação de uma observação própria do ouriço da castanha, inspirada nos seus espinhos e tons. Esta peça em faiança é vidrada manualmente na cor creme, segundo o uso da tradição da técnica manual do mergulho e da vidração à pistola.
      A peça permite a lavagem à máquina e o uso do micro-ondas. As peças são feitas à mão, podendo apresentar pequenas variações.
      Embalagem
      A Caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do conto “Martinho e as Estrelas”. Reinterpreta a tradicional lenda de São Martinho que, ao atirar os ouriços das castanhas para o céu, transforma-os em estrelas, dando origem ao famoso Verão de São Martinho. Conteúdos em Português e Inglês
      V.LE.009.C
      Ouriço da castanha em creme
      195x165x90mm
      28.50 euros
    • V.LE.009.C
    • 195x165x90mm
    • 28.50 euros
Os Canários da Atlântida
  • Referência
  • Medidas
  • P.V.P
  • Referência
  • Medidas
  • P.V.P
  • Referência
  • Medidas
  • P.V.P
    • Os Canários da Atlântida
      “Os Canários da Atlântida” é uma peça que combina dois materiais distintos, a faiança e o latão. Os canários são coloridos segundo o uso da técnica de pintura manual a aerógrafo. Os ramos (negros oxidados ou dourados simples), onde pousam, são únicos, produzidos segundo o processo de fundição em molde de areia. Cada peça é acompanhada por material de fixação, que possibilita também a colocação na parede ou em suspensão, como por exemplo em prateleiras, a partir da introdução de um lastro. Uma peça ou o seu conjunto possibilita uma variedade de posições e recriações formais.
      Embalagem
      A Caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do conto “Os Canários da Atlântida”. Conta a história da formação das ilhas dos Açores, da Madeira e das Canárias, com base na famosa lenda do continente perdido – Atlântida. Conteúdos em Português e Inglês.
      LE.015.A
      Canário Amarelo
      200x150x65mm
      31.50 euros
    • LE.015.A
    • 200x150x65mm
    • 31.50 euros
    • Os Canários da Atlântida
      “Os Canários da Atlântida” é uma peça que combina dois materiais distintos, a faiança e o latão. Os canários são coloridos segundo o uso da técnica de pintura manual a aerógrafo. Os ramos (negros oxidados ou dourados simples), onde pousam, são únicos, produzidos segundo o processo de fundição em molde de areia. Cada peça é acompanhada por material de fixação, que possibilita também a colocação na parede ou em suspensão, como por exemplo em prateleiras, a partir da introdução de um lastro. Uma peça ou o seu conjunto possibilita uma variedade de posições e recriações formais.
      Embalagem
      A Caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do conto “Os Canários da Atlântida”. Conta a história da formação das ilhas dos Açores, da Madeira e das Canárias, com base na famosa lenda do continente perdido – Atlântida. Conteúdos em Português e Inglês.
      LE.015.B
      Canário Branco
      200x150x65mm
      31.50 euros
    • LE.015.B
    • 200x150x65mm
    • 31.50 euros
    • Os Canários da Atlântida
      “Os Canários da Atlântida” é uma peça que combina dois materiais distintos, a faiança e o latão. Os canários são coloridos segundo o uso da técnica de pintura manual a aerógrafo. Os ramos (negros oxidados ou dourados simples), onde pousam, são únicos, produzidos segundo o processo de fundição em molde de areia. Cada peça é acompanhada por material de fixação, que possibilita também a colocação na parede ou em suspensão, como por exemplo em prateleiras, a partir da introdução de um lastro. Uma peça ou o seu conjunto possibilita uma variedade de posições e recriações formais.
      Embalagem
      A Caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do conto “Os Canários da Atlântida”. Conta a história da formação das ilhas dos Açores, da Madeira e das Canárias, com base na famosa lenda do continente perdido – Atlântida. Conteúdos em Português e Inglês.
      LE.015.L
      Canário Laranja
      200x150x65mm
      31.50 euros
    • LE.015.L
    • 200x150x65mm
    • 31.50 euros
    • Os Canários da Atlântida
      “Os Canários da Atlântida” é uma peça que combina dois materiais distintos, a faiança e o latão. Os canários são coloridos segundo o uso da técnica de pintura manual a aerógrafo. Os ramos (negros oxidados ou dourados simples), onde pousam, são únicos, produzidos segundo o processo de fundição em molde de areia. Cada peça é acompanhada por material de fixação, que possibilita também a colocação na parede ou em suspensão, como por exemplo em prateleiras, a partir da introdução de um lastro. Uma peça ou o seu conjunto possibilita uma variedade de posições e recriações formais.
      Embalagem
      A Caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do conto “Os Canários da Atlântida”. Conta a história da formação das ilhas dos Açores, da Madeira e das Canárias, com base na famosa lenda do continente perdido – Atlântida. Conteúdos em Português e Inglês.
      LE.015.V
      Canário Verde
      200x150x65mm
      31.50 euros
    • LE.015.V
    • 200x150x65mm
    • 31.50 euros
    • Os Canários da Atlântida
      “Os Canários da Atlântida” é uma peça que combina dois materiais distintos, a faiança e o latão. Os canários são coloridos segundo o uso da técnica de pintura manual a aerógrafo. Os ramos (negros oxidados ou dourados simples), onde pousam, são únicos, produzidos segundo o processo de fundição em molde de areia. Cada peça é acompanhada por material de fixação, que possibilita também a colocação na parede ou em suspensão, como por exemplo em prateleiras, a partir da introdução de um lastro. Uma peça ou o seu conjunto possibilita uma variedade de posições e recriações formais.
      Embalagem
      A Caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do conto “Os Canários da Atlântida”. Conta a história da formação das ilhas dos Açores, da Madeira e das Canárias, com base na famosa lenda do continente perdido – Atlântida. Conteúdos em Português e Inglês.
      LE.016.LV
      Canários Laranja e Verde
      200x150x65mm
      40.50 euros
    • LE.016.LV
    • 230x150x65mm
    • 40.50 euros
    • Os Canários da Atlântida
      “Os Canários da Atlântida” é uma peça que combina dois materiais distintos, a faiança e o latão. Os canários são coloridos segundo o uso da técnica de pintura manual a aerógrafo. Os ramos (negros oxidados ou dourados simples), onde pousam, são únicos, produzidos segundo o processo de fundição em molde de areia. Cada peça é acompanhada por material de fixação, que possibilita também a colocação na parede ou em suspensão, como por exemplo em prateleiras, a partir da introdução de um lastro. Uma peça ou o seu conjunto possibilita uma variedade de posições e recriações formais.
      Embalagem
      A Caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do conto “Os Canários da Atlântida”. Conta a história da formação das ilhas dos Açores, da Madeira e das Canárias, com base na famosa lenda do continente perdido – Atlântida. Conteúdos em Português e Inglês.
      LE.016.BB
      Canários Brancos
      200x150x65mm
      40.50 euros
    • LE.016.BB
    • 230x150x65mm
    • 40.50 euros
    • Os Canários da Atlântida
      “Os Canários da Atlântida” é uma peça que combina dois materiais distintos, a faiança e o latão. Os canários são coloridos segundo o uso da técnica de pintura manual a aerógrafo. Os ramos (negros oxidados ou dourados simples), onde pousam, são únicos, produzidos segundo o processo de fundição em molde de areia. Cada peça é acompanhada por material de fixação, que possibilita também a colocação na parede ou em suspensão, como por exemplo em prateleiras, a partir da introdução de um lastro. Uma peça ou o seu conjunto possibilita uma variedade de posições e recriações formais.
      Embalagem
      A Caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do conto “Os Canários da Atlântida”. Conta a história da formação das ilhas dos Açores, da Madeira e das Canárias, com base na famosa lenda do continente perdido – Atlântida. Conteúdos em Português e Inglês.
      LE.016.AV
      Canários Amarelo e Verde
      200x150x65mm
      40.50 euros
    • LE.016.AV
    • 230x150x65mm
    • 40.50 euros
    • Os Canários da Atlântida
      “Os Canários da Atlântida” é uma peça que combina dois materiais distintos, a faiança e o latão. Os canários são coloridos segundo o uso da técnica de pintura manual a aerógrafo. Os ramos (negros oxidados ou dourados simples), onde pousam, são únicos, produzidos segundo o processo de fundição em molde de areia. Cada peça é acompanhada por material de fixação, que possibilita também a colocação na parede ou em suspensão, como por exemplo em prateleiras, a partir da introdução de um lastro. Uma peça ou o seu conjunto possibilita uma variedade de posições e recriações formais.
      Embalagem
      A Caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do conto “Os Canários da Atlântida”. Conta a história da formação das ilhas dos Açores, da Madeira e das Canárias, com base na famosa lenda do continente perdido – Atlântida. Conteúdos em Português e Inglês.
      LE.016.AL
      Canários Amarelo e Laranja
      200x150x65mm
      40.50 euros
    • LE.016.AL
    • 230x150x65mm
    • 40.50 euros
    • Os Canários da Atlântida
      “Os Canários da Atlântida” é uma peça que combina dois materiais distintos, a faiança e o latão. Os canários são pintados segundo o uso da técnica de pintura manual a aerógrafo. Os ramos acobreados, onde pousam, são únicos, produzidos segundo o processo de fundição em molde de areia. Cada peça é acompanhada por material de fixação, que possibilita também a colocação na parede ou em suspensão, como por exemplo em prateleiras, a partir da introdução de um lastro. Uma peça ou o seu conjunto possibilita uma variedade de posições e recriações formais. As peças são feitas à mão, podendo apresentar pequenas variações.
      Embalagem
      A Caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém a ilustração e o resumo do conto “Os Canários da Atlântida”. Conta a história da formação das ilhas dos Açores, da Madeira e das Canárias, com base na famosa lenda do continente perdido – Atlântida. Conteúdos em Português e Inglês.
      Z.LE.015.B_RC
      Canário branco num ramo acobreado
      200x150x65mm
      31.50 euros
    • Z.LE.015.B_RC
    • 200x150x65mm
    • 31.50 euros
    • Os Canários da Atlântida
      “Os Canários da Atlântida” é uma peça que combina dois materiais distintos, a faiança e o latão. Os canários são pintados segundo o uso da técnica de pintura manual a aerógrafo. Os ramos acobreados, onde pousam, são únicos, produzidos segundo o processo de fundição em molde de areia. Cada peça é acompanhada por material de fixação, que possibilita também a colocação na parede ou em suspensão, como por exemplo em prateleiras, a partir da introdução de um lastro. Uma peça ou o seu conjunto possibilita uma variedade de posições e recriações formais. As peças são feitas à mão, podendo apresentar pequenas variações.
      Embalagem
      A Caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém a ilustração e o resumo do conto “Os Canários da Atlântida”. Conta a história da formação das ilhas dos Açores, da Madeira e das Canárias, com base na famosa lenda do continente perdido – Atlântida. Conteúdos em Português e Inglês.
      Z.LE.016.BB_RC
      Dois canários brancos num ramo acobreado
      230x150x65mm
      40.50 euros
    • Z.LE.016.BB_RC
    • 230x150x65mm
    • 40.50 euros
    • Os Canários da Atlântida
      “Os Canários da Atlântida” é uma peça que combina dois materiais distintos, a faiança e o latão. Os canários são pintados segundo o uso da técnica de pintura manual a aerógrafo. Os ramos em latão natural, onde pousam, são únicos, produzidos segundo o processo de fundição em molde de areia. Cada peça é acompanhada por material de fixação, que possibilita também a colocação na parede ou em suspensão, como por exemplo em prateleiras, a partir da introdução de um lastro. Uma peça ou o seu conjunto possibilita uma variedade de posições e recriações formais. As peças são feitas à mão, podendo apresentar pequenas variações.
      Embalagem
      A Caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém a ilustração e o resumo do conto “Os Canários da Atlântida”. Conta a história da formação das ilhas dos Açores, da Madeira e das Canárias, com base na famosa lenda do continente perdido – Atlântida. Conteúdos em Português e Inglês.
      Z.LE.015.B_RD
      Canário branco num ramo em latão natural
      200x150x65mm
      31.50 euros
    • Z.LE.015.B_RD
    • 200x150x65mm
    • 31.50 euros
    • Os Canários da Atlântida
      “Os Canários da Atlântida” é uma peça que combina dois materiais distintos, a faiança e o latão. Os canários são pintados segundo o uso da técnica de pintura manual a aerógrafo. Os ramos em latão natural, onde pousam, são únicos, produzidos segundo o processo de fundição em molde de areia. Cada peça é acompanhada por material de fixação, que possibilita também a colocação na parede ou em suspensão, como por exemplo em prateleiras, a partir da introdução de um lastro. Uma peça ou o seu conjunto possibilita uma variedade de posições e recriações formais. As peças são feitas à mão, podendo apresentar pequenas variações.
      Embalagem
      A Caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém a ilustração e o resumo do conto “Os Canários da Atlântida”. Conta a história da formação das ilhas dos Açores, da Madeira e das Canárias, com base na famosa lenda do continente perdido – Atlântida. Conteúdos em Português e Inglês.
      Z.LE.016.BB_RD
      Dois canários brancos num ramo em latão natural
      230x150x65mm
      40.50 euros
    • Z.LE.016.BB_RD
    • 200x150x65mm
    • 40.50 euros
Monte das Oliveiras
  • Referência
  • Medidas
  • P.V.P
    • Monte das Oliveiras
      Prato de degustação de azeite, cujo desenho simboliza o olival, representando a tradição da olivicultura em Portugal. A peça é produzida em pasta de grés fino, banhada manualmente, num vidrado branco translúcido, e complementada por peças naturais de madeira de oliveira, criteriosamente colhida no olival português.
      Recomendação: Com o uso, a madeira de oliveira adquire um tom esbranquiçado, para tonificar e conservar poderá aplicar azeite.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do texto “Monte das Oliveiras”. Conta uma história inspirada na oliveira, admirada em todas as épocas e em várias dimensões. Conteúdos em Português e Inglês.
      LE.017.B
      Prato para degustação de azeite
      185x120x48mm
      23.90 euros
    • LE.017.B
    • 185x120x48mm
    • 23.90 euros
    • Monte das Oliveiras
      Composição de duas peças - uma taça e uma tábua - cujo desenho simboliza o olival, representando a tradição da olivicultura em Portugal. A taça é produzida em pasta de grés fino e banhada manualmente, num vidrado branco translúcido, e a tábua é em madeira de oliveira. A taça pode ir à máquina de lavar, ao microondas e ao forno.
      Recomendação: Com o uso, a madeira de oliveira adquire um tom esbranquiçado, para tonificar e conservar poderá aplicar azeite.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do texto “Monte das Oliveiras”. Conta uma história inspirada na oliveira, admirada em todas as épocas e em várias dimensões. Conteúdos em Português e Inglês.
      LE.018.B
      Taça e tábua em madeira de oliveira
      185x120x48mm
      29.50 euros
    • LE.018.B
    • 185x120x48mm
    • 29.50 euros
    • Monte das Oliveiras
      composição de três peças – um prato para degustação de azeite, uma taça e uma tábua – cujo desenho simboliza o olival, representando a tradição da olivicultura em Portugal. As peças são produzidas em pasta de grés fino, banhadas manualmente, num vidrado branco translúcido, e complementadas por peças naturais de madeira de oliveira, criteriosamente colhida no olival português. A taça pode ir à máquina de lavar, ao microondas e ao forno.
      Recomendação: Com o uso, a madeira de oliveira adquire um tom esbranquiçado, para tonificar e conservar poderá aplicar azeite.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do texto “Monte das Oliveiras”. Conta uma história inspirada na oliveira, admirada em todas as épocas e em várias dimensões. Conteúdos em Português e Inglês.
      LE.019.BB
      Prato para degustação de azeite,
      taça e tábua em madeira de oliveira
      185x120x48mm
      45.60 euros
    • LE.019.BB
    • 185x120x48mm
    • 45.60 euros
A Varina e o chá das 5
  • Referência
  • Medidas
  • P.V.P
  • Referência
  • Medidas
  • P.V.P
    • A Varina e o chá das 5
      A Georgina nasce de uma colaboração artística com os Storytailors. Este bule é uma homenagem a uma das mais emblemáticas figuras tradicionais da cidade de Lisboa e de Portugal: a Varina. As peças são fabricadas em grês fino, banhadas em vidrados translúcidos, coradas e desvidradas manualmente, segundo o uso da tradição da técnica de aplicação de borracha. Permitem a lavagem na máquina de lavar e o uso do microondas.
      A 1.ª série desta edição especial da peça “A Varina e o Chá das 5”, limitada a 250 exemplares por cada personagem, integrou a exposição – Varinas de Lisboa, no Museu de Lisboa – Palácio Pimenta.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do texto “A Varina e o chá das 5”. Conta a história de cinco varinas cujos fatos se inspiram nas cores da cidade de Lisboa e na tradição do chá. Conteúdos em Português e Inglês.
      ALE.020.P
      Preto
      145x175x255mm
      1000ml
      79.50 euros
    • ALE.020.P
    • 145x175x255mm
    • 79.50 euros
    • A Varina e o chá das 5
      A Convidada nasce de uma colaboração artística com os Storytailors. Este bule é uma homenagem a uma das mais emblemáticas figuras tradicionais da cidade de Lisboa e de Portugal: a Varina. As peças são fabricadas em grês fino, banhadas em vidrados translúcidos, coradas e desvidradas manualmente, segundo o uso da tradição da técnica de aplicação de borracha. Permitem a lavagem na máquina de lavar e o uso do microondas.
      A 1.ª série desta edição especial da peça “A Varina e o Chá das 5”, limitada a 250 exemplares por cada personagem, integrou a exposição – Varinas de Lisboa, no Museu de Lisboa – Palácio Pimenta.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do texto “A Varina e o chá das 5”. Conta a história de cinco varinas cujos fatos se inspiram nas cores da cidade de Lisboa e na tradição do chá. Conteúdos em Português e Inglês.
      ALE.020.B
      Branco
      145x175x255mm
      1000ml
      79.50 euros
    • ALE.020.B
    • 45x175x255mm
    • 79.50 euros
    • A Varina e o chá das 5
      Maria da Conceição nasce de uma colaboração artística com os Storytailors. Este bule é uma homenagem a uma das mais emblemáticas figuras tradicionais da cidade de Lisboa e de Portugal: a Varina. As peças são fabricadas em grês fino, banhadas em vidrados translúcidos, coradas e desvidradas manualmente, segundo o uso da tradição da técnica de aplicação de borracha. Permitem a lavagem na máquina de lavar e o uso do microondas.
      A 1.ª série desta edição especial da peça “A Varina e o Chá das 5”, limitada a 250 exemplares por cada personagem, integrou a exposição – Varinas de Lisboa, no Museu de Lisboa – Palácio Pimenta.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do texto “A Varina e o chá das 5”. Conta a história de cinco varinas cujos fatos se inspiram nas cores da cidade de Lisboa e na tradição do chá. Conteúdos em Português e Inglês.
      ALE.020.AZ
      Azul
      145x175x255mm
      1000ml
      79.50 euros
    • ALE.020.AZ
    • 145x175x255mm
    • 79.50 euros
    • A Varina e o chá das 5
      Hermínia nasce de uma colaboração artística com os Storytailors. Este bule é uma homenagem a uma das mais emblemáticas figuras tradicionais da cidade de Lisboa e de Portugal: a Varina. As peças são fabricadas em grês fino, banhadas em vidrados translúcidos, coradas e desvidradas manualmente, segundo o uso da tradição da técnica de aplicação de borracha. Permitem a lavagem na máquina de lavar e o uso do microondas.
      A 1.ª série desta edição especial da peça “A Varina e o Chá das 5”, limitada a 250 exemplares por cada personagem, integrou a exposição – Varinas de Lisboa, no Museu de Lisboa – Palácio Pimenta.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do texto “A Varina e o chá das 5”. Conta a história de cinco varinas cujos fatos se inspiram nas cores da cidade de Lisboa e na tradição do chá. Conteúdos em Português e Inglês.
      ALE.020.R
      Rosa
      145x175x255mm
      1000ml
      79.50 euros
    • ALE.020.R
    • 145x175x255mm
    • 79.50 euros
    • A Varina e o chá das 5
      Madalena nasce de uma colaboração artística com os Storytailors. Este bule é uma homenagem a uma das mais emblemáticas figuras tradicionais da cidade de Lisboa e de Portugal: a Varina. As peças são fabricadas em grês fino, banhadas em vidrados translúcidos, coradas e desvidradas manualmente, segundo o uso da tradição da técnica de aplicação de borracha. Permitem a lavagem na máquina de lavar e o uso do microondas.
      A 1.ª série desta edição especial da peça “A Varina e o Chá das 5”, limitada a 250 exemplares por cada personagem, integrou a exposição – Varinas de Lisboa, no Museu de Lisboa – Palácio Pimenta.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do texto “A Varina e o chá das 5”. Conta a história de cinco varinas cujos fatos se inspiram nas cores da cidade de Lisboa e na tradição do chá. Conteúdos em Português e Inglês.
      ALE.020.V
      Verde
      145x175x255mm
      1000ml
      79.50 euros
    • ALE.020.V
    • 145x175x255mm
    • 79.50 euros
    • A Varina e o chá das 5
      Ana nasce de uma colaboração artística com os Storytailors. Este bule é uma homenagem a uma das mais emblemáticas figuras tradicionais da cidade de Lisboa e de Portugal: a Varina. As peças são fabricadas em grês fino, banhadas em vidrados translúcidos, coradas e desvidradas manualmente, segundo o uso da tradição da técnica de aplicação de borracha. Permitem a lavagem na máquina de lavar e o uso do microondas.
      A 1.ª série desta edição especial da peça “A Varina e o Chá das 5”, limitada a 250 exemplares por cada personagem, integrou a exposição – Varinas de Lisboa, no Museu de Lisboa – Palácio Pimenta.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do texto “A Varina e o chá das 5”. Conta a história de cinco varinas cujos fatos se inspiram nas cores da cidade de Lisboa e na tradição do chá. Conteúdos em Português e Inglês.
      ALE.020.A
      Amarelo
      145x175x255mm
      1000ml
      79.50 euros
    • ALE.020.A
    • 145x175x255mm
    • 79.50 euros
A Árvore e o seu zingamocho
  • Referência
  • Medidas
  • P.V.P
  • Referência
  • Medidas
  • P.V.P
  • Referência
  • Medidas
  • P.V.P
  • Referência
  • Medidas
  • P.V.P
  • Referência
  • Medidas
  • P.V.P
    • A Árvore e o seu zingamocho
      É um mini pinheiro, um dos símbolos mais populares da época natalícia. Composta por duas peças, esta árvore junta o grés vidrado manualmente a branco cobalto, verde lunar, verde pálido ou vermelho carmim e a madeira torneada.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do texto “A Árvore e o seu Zingamocho”. Nesta história a árvore é um foguetão natural e o seu zingamocho aponta-nos o caminho para o futuro. Preparados? Conteúdos em Português e Inglês.
      LE.021.B
      Branco Cobalto
      Ø70x140mm 17 euros
    • LE.021.B
    • Ø70x140mm
    • 17 euros
    • A Árvore e o seu zingamocho
      É um jogo que permite a construção de um pinheiro em dois tamanhos diferentes, um dos símbolos mais populares da época natalícia. O pinheiro é composto por peças em grés vidradas manualmente a branco cobalto, verde lunar, verde pálido ou vermelho carmim, que se transformam numa caixa para guardar pequenos objectos ou alimentos. A peça de madeira que lhe serve de tronco transforma-se em tampa da caixa.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do texto “A Árvore e o seu Zingamocho”. Nesta história a árvore é um foguetão natural e o seu zingamocho aponta-nos o caminho para o futuro. Preparados? Conteúdos em Português e Inglês.
      LE.022.B
      Branco Cobalto
      Ø110x185mm 27 euros
    • LE.022.B
    • Ø110x185mm
    • 27 euros
    • A Árvore e o seu zingamocho
      É um jogo que permite a construção de um pinheiro em três tamanhos diferentes, um dos símbolos mais populares da época natalícia. O pinheiro é composto por peças em grés vidradas manualmente a branco cobalto, verde lunar, verde pálido ou vermelho carmim, que se transformam num conjunto de caixas para guardar pequenos objectos ou alimentos. As peças de madeira que lhe servem de tronco transformam-se em tampas das caixas.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do texto “A Árvore e o seu Zingamocho”. Nesta história a árvore é um foguetão natural e o seu zingamocho aponta-nos o caminho para o futuro. Preparados? Conteúdos em Português e Inglês.
      LE.023.B
      Branco Cobalto
      Ø152x245mm 48 euros
    • LE.023.B
    • Ø152x245mm
    • 48 euros
    • A Árvore e o seu zingamocho
      É um mini pinheiro, um dos símbolos mais populares da época natalícia. Composta por duas peças, esta árvore junta o grés vidrado manualmente a branco cobalto, verde lunar, verde pálido ou vermelho carmim e a madeira torneada.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do texto “A Árvore e o seu Zingamocho”. Nesta história a árvore é um foguetão natural e o seu zingamocho aponta-nos o caminho para o futuro. Preparados? Conteúdos em Português e Inglês.
      LE.021.V
      Verde Lunar
      Ø70x140mm 17 euros
    • LE.021.V
    • Ø70x140mm
    • 17 euros
    • A Árvore e o seu zingamocho
      É um jogo que permite a construção de um pinheiro em dois tamanhos diferentes, um dos símbolos mais populares da época natalícia. O pinheiro é composto por peças em grés vidradas manualmente a branco cobalto, verde lunar, verde pálido ou vermelho carmim, que se transformam numa caixa para guardar pequenos objectos ou alimentos. A peça de madeira que lhe serve de tronco transforma-se em tampa da caixa.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do texto “A Árvore e o seu Zingamocho”. Nesta história a árvore é um foguetão natural e o seu zingamocho aponta-nos o caminho para o futuro. Preparados? Conteúdos em Português e Inglês.
      LE.022.V
      Verde Lunar
      Ø110x185mm 27 euros
    • LE.022.V
    • Ø110x185mm
    • 27 euros
    • A Árvore e o seu zingamocho
      É um jogo que permite a construção de um pinheiro em três tamanhos diferentes, um dos símbolos mais populares da época natalícia. O pinheiro é composto por peças em grés vidradas manualmente a branco cobalto, verde lunar, verde pálido ou vermelho carmim, que se transformam num conjunto de caixas para guardar pequenos objectos ou alimentos. As peças de madeira que lhe servem de tronco transformam-se em tampas das caixas.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do texto “A Árvore e o seu Zingamocho”. Nesta história a árvore é um foguetão natural e o seu zingamocho aponta-nos o caminho para o futuro. Preparados? Conteúdos em Português e Inglês.
      LE.023.V
      Verde Lunar
      Ø152x245mm 48 euros
    • LE.023.V
    • Ø152x245mm
    • 48 euros
    • A Árvore e o seu zingamocho
      É um mini pinheiro, um dos símbolos mais populares da época natalícia. Composta por duas peças, esta árvore junta o grés vidrado manualmente a branco cobalto, verde lunar, verde pálido ou vermelho carmim e a madeira torneada.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do texto “A Árvore e o seu Zingamocho”. Nesta história a árvore é um foguetão natural e o seu zingamocho aponta-nos o caminho para o futuro. Preparados? Conteúdos em Português e Inglês.
      V.LE.021.VP
      Verde Pálido
      Ø70x140mm 17 euros
    • V.LE.021.VP
    • Ø70x140mm
    • 17 euros
    • A Árvore e o seu zingamocho
      É um jogo que permite a construção de um pinheiro em dois tamanhos diferentes, um dos símbolos mais populares da época natalícia. O pinheiro é composto por peças em grés vidradas manualmente a branco cobalto, verde lunar, verde pálido ou vermelho carmim, que se transformam numa caixa para guardar pequenos objectos ou alimentos. A peça de madeira que lhe serve de tronco transforma-se em tampa da caixa.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do texto “A Árvore e o seu Zingamocho”. Nesta história a árvore é um foguetão natural e o seu zingamocho aponta-nos o caminho para o futuro. Preparados? Conteúdos em Português e Inglês.
      V.LE.022.VP
      Verde Pálido
      Ø110x185mm 27 euros
    • V.LE.022.VP
    • Ø110x185mm
    • 27 euros
      <
    • A Árvore e o seu zingamocho
      É um jogo que permite a construção de um pinheiro em três tamanhos diferentes, um dos símbolos mais populares da época natalícia. O pinheiro é composto por peças em grés vidradas manualmente a branco cobalto, verde lunar, verde pálido ou vermelho carmim, que se transformam num conjunto de caixas para guardar pequenos objectos ou alimentos. As peças de madeira que lhe servem de tronco transformam-se em tampas das caixas.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do texto “A Árvore e o seu Zingamocho”. Nesta história a árvore é um foguetão natural e o seu zingamocho aponta-nos o caminho para o futuro. Preparados? Conteúdos em Português e Inglês.
      V.LE.023.VP
      Verde Pálido
      Ø152x245mm 48 euros
    • V.LE.023.VP
    • Ø152x245mm
    • 48 euros
    • A Árvore e o seu zingamocho
      É um mini pinheiro, um dos símbolos mais populares da época natalícia. Composta por duas peças, esta árvore junta o grés vidrado manualmente a branco cobalto, verde lunar, verde pálido ou vermelho carmim e a madeira torneada.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do texto “A Árvore e o seu Zingamocho”. Nesta história a árvore é um foguetão natural e o seu zingamocho aponta-nos o caminho para o futuro. Preparados? Conteúdos em Português e Inglês.
      LE.021.C
      Vermelho Carmim
      Ø70x140mm 17 euros
    • LE.021.C
    • Ø70x140mm
    • 17 euros
    • A Árvore e o seu zingamocho
      É um jogo que permite a construção de um pinheiro em dois tamanhos diferentes, um dos símbolos mais populares da época natalícia. O pinheiro é composto por peças em grés vidradas manualmente a branco cobalto, verde lunar, verde pálido ou vermelho carmim, que se transformam numa caixa para guardar pequenos objectos ou alimentos. A peça de madeira que lhe serve de tronco transforma-se em tampa da caixa.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do texto “A Árvore e o seu Zingamocho”. Nesta história a árvore é um foguetão natural e o seu zingamocho aponta-nos o caminho para o futuro. Preparados? Conteúdos em Português e Inglês.
      LE.022.C
      Vermelho Carmim
      Ø110x185mm 27 euros
    • LE.022.C
    • Ø110x185mm
    • 27 euros
    • A Árvore e o seu zingamocho
      É um jogo que permite a construção de um pinheiro em três tamanhos diferentes, um dos símbolos mais populares da época natalícia. O pinheiro é composto por peças em grés vidradas manualmente a branco cobalto, verde lunar, verde pálido ou vermelho carmim, que se transformam num conjunto de caixas para guardar pequenos objectos ou alimentos. As peças de madeira que lhe servem de tronco transformam-se em tampas das caixas.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do texto “A Árvore e o seu Zingamocho”. Nesta história a árvore é um foguetão natural e o seu zingamocho aponta-nos o caminho para o futuro. Preparados? Conteúdos em Português e Inglês.
      LE.023.C
      Vermelho Carmim
      Ø152x245mm 48 euros
    • LE.023.C
    • Ø152x245mm
    • 48 euros
    • A Árvore e o seu zingamocho
      É um jogo que permite a construção de um pinheiro em dois tamanhos diferentes, um dos símbolos mais populares da época natalícia. O pinheiro é composto por peças em grés, vidradas apenas no interior, o que lhes confere uma textura e uma cor naturais. O interior é vidrado a verde pálido. O pinheiro transforma-se num conjunto de caixas, onde se poderão guardar pequenos objectos ou alimentos. As peças de madeira assumem uma dupla função – tronco de uma árvore ou tampa de uma caixa. As peças são feitas manualmente podendo apresentar pequenas variações.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do texto “A Árvore e o seu Zingamocho”. Nesta história a árvore é um foguetão natural e o seu zingamocho aponta-nos o caminho para o futuro. Preparados? Conteúdos em Português e Inglês.
      V.LE.022.N
      Natural - interior verde pálido
      Ø110x185mm 30.70 euros
    • V.LE.022.N
    • Ø110x185mm
    • 30.70 euros
    • A Árvore e o seu zingamocho
      É um jogo que permite a construção de um pinheiro em três tamanhos diferentes, um dos símbolos mais populares da época natalícia. O pinheiro é composto por peças em grés, vidradas apenas no interior, o que lhes confere uma textura e uma cor naturais. O interior é vidrado a verde pálido. O pinheiro transforma-se num conjunto de caixas, onde se poderão guardar pequenos objectos ou alimentos. As peças de madeira assumem uma dupla função – tronco de uma árvore ou tampa de uma caixa. As peças são feitas manualmente podendo apresentar pequenas variações.
      Embalagem
      A caixa é feita em cartão microcanelado e envolvida por uma cinta em papel, que contém uma ilustração e o resumo do texto “A Árvore e o seu Zingamocho”. Nesta história a árvore é um foguetão natural e o seu zingamocho aponta-nos o caminho para o futuro. Preparados? Conteúdos em Português e Inglês.
      V.LE.023.N
      Natural - interior verde pálido
      Ø152x245mm 56.30 euros
    • V.LE.023.N
    • Ø152x245mm
    • 56.30 euros
Um Melro, evidentemente
  • Referência
  • Medidas
  • P.V.P
    • Um Melro, evidentemente
      “Um Melro, evidentemente” é uma representação de dois melros, produzidos em faiança, vidrados e pintados à mão. Os melros são enobrecidos por duas patas em latão natural ou oxidado, fundido manualmente em moldes de areia.
      As peças são feitas à mão, podendo apresentar pequenas variações.
      Embalagem
      A caixa, em cartão microcanelado, é envolvida por uma cinta em papel olin, contendo uma ilustração exclusiva e a sinopse da estória “Um Melro, evidentemente”, onde teremos uns melros mágicos, que qualquer pessoa poderá ter em casa, apenas para decoração, ou para a admirável tarefa de os fazer voar, bastando para isso alimentá-los com genuína esperança e imaginação. Conteúdos em Português e Inglês.
      V.LE.024.PO
      Melro com cauda horizontal e patas em latão oxidado
      195x68x128mm
      39.90 euros
    • V.LE.024.PO
    • 195x68x128mm
    • 39.90 euros
    • Um Melro, evidentemente
      “Um Melro, evidentemente” é uma representação de dois melros, produzidos em faiança, vidrados e pintados à mão. Os melros são enobrecidos por duas patas em latão natural ou oxidado, fundido manualmente em moldes de areia.
      As peças são feitas à mão, podendo apresentar pequenas variações.
      Embalagem
      A caixa, em cartão microcanelado, é envolvida por uma cinta em papel olin, contendo uma ilustração exclusiva e a sinopse da estória “Um Melro, evidentemente”, onde teremos uns melros mágicos, que qualquer pessoa poderá ter em casa, apenas para decoração, ou para a admirável tarefa de os fazer voar, bastando para isso alimentá-los com genuína esperança e imaginação. Conteúdos em Português e Inglês.
      V.LE.025.PO
      Melro com cauda vertical e patas em latão oxidado
      160x144x160mm
      39.90 euros
    • V.LE.025.PO
    • 160x144x160mm
    • 39.90 euros
    • Um Melro, evidentemente
      “Um Melro, evidentemente” é uma representação de dois melros, produzidos em faiança, vidrados e pintados à mão. Os melros são enobrecidos por duas patas em latão natural ou oxidado, fundido manualmente em moldes de areia.
      As peças são feitas à mão, podendo apresentar pequenas variações.
      Embalagem
      A caixa, em cartão microcanelado, é envolvida por uma cinta em papel olin, contendo uma ilustração exclusiva e a sinopse da estória “Um Melro, evidentemente”, onde teremos uns melros mágicos, que qualquer pessoa poderá ter em casa, apenas para decoração, ou para a admirável tarefa de os fazer voar, bastando para isso alimentá-los com genuína esperança e imaginação. Conteúdos em Português e Inglês.
      V.LE.024.PD
      Melro com cauda horizontal e patas em latão natural
      195x68x128mm
      39.90 euros
    • V.LE.024.PD
    • 195x68x128mm
    • 39.90 euros
    • Um Melro, evidentemente
      “Um Melro, evidentemente” é uma representação de dois melros, produzidos em faiança, vidrados e pintados à mão. Os melros são enobrecidos por duas patas em latão natural ou oxidado, fundido manualmente em moldes de areia.
      As peças são feitas à mão, podendo apresentar pequenas variações.
      Embalagem
      A caixa, em cartão microcanelado, é envolvida por uma cinta em papel olin, contendo uma ilustração exclusiva e a sinopse da estória “Um Melro, evidentemente”, onde teremos uns melros mágicos, que qualquer pessoa poderá ter em casa, apenas para decoração, ou para a admirável tarefa de os fazer voar, bastando para isso alimentá-los com genuína esperança e imaginação. Conteúdos em Português e Inglês.
      V.LE.025.PD
      Melro com cauda vertical e patas em latão natural
      160x144x160mm
      39.90 euros
    • V.LE.025.PD
    • 160x144x160mm
    • 39.90 euros
O Piãodas nicas
  • Referência
  • Medidas
  • P.V.P
    • O Pião das nicas
      “O Pião das nicas” é uma representação do pião tradicional português, em faiança. Produzido segundo a técnica de enchimento por via líquida, é vidrado/engobado em branco, cinza ou amarelo, o que lhe garante uma textura muito própria e resistência à prova de água. Neste pião poderá armazenar pequenos objectos ou alimentos. A tampa, que funciona também como um pequeno pião, é torneada manualmente e tem a gravação da marca. O corpo do pião é complementado com o bico em metal – alumínio. As peças são feitas à mão, podendo apresentar pequenas variações.
      Embalagem
      Caixa em cartão microcanelado, envolvida por uma cinta em papel (olin) que contem uma ilustração exclusiva e o poema “Crescer”, onde se homenageia a infância portuguesa no tempo em que os meninos brincavam nas ruas seguros de que as decisões eram só suas. Naquele e neste tempo quem faz rodar um pião tem o mundo na palma da mão. Conteúdos em Português e Inglês.
      A.LE.026.B
      Pião Branco
      Ø155x205mm
      43 euros
    • A.LE.026.B
    • Ø155x205mm
    • 43 euros
    • O Pião das nicas
      “O Pião das nicas” é uma representação do pião tradicional português, em faiança. Produzido segundo a técnica de enchimento por via líquida, é vidrado/engobado em branco, cinza ou amarelo, o que lhe garante uma textura muito própria e resistência à prova de água. Neste pião poderá armazenar pequenos objectos ou alimentos. A tampa, que funciona também como um pequeno pião, é torneada manualmente e tem a gravação da marca. O corpo do pião é complementado com o bico em metal – alumínio. As peças são feitas à mão, podendo apresentar pequenas variações.
      Embalagem
      Caixa em cartão microcanelado, envolvida por uma cinta em papel (olin) que contem uma ilustração exclusiva e o poema “Crescer”, onde se homenageia a infância portuguesa no tempo em que os meninos brincavam nas ruas seguros de que as decisões eram só suas. Naquele e neste tempo quem faz rodar um pião tem o mundo na palma da mão. Conteúdos em Português e Inglês.
      A.LE.026.C
      Pião Cinza
      Ø155x205mm
      43 euros
    • A.LE.026.C
    • Ø155x205mm
    • 43 euros
    • O Pião das nicas
      “O Pião das nicas” é uma representação do pião tradicional português, em faiança. Produzido segundo a técnica de enchimento por via líquida, é vidrado/engobado em branco, cinza ou amarelo, o que lhe garante uma textura muito própria e resistência à prova de água. Neste pião poderá armazenar pequenos objectos ou alimentos. A tampa, que funciona também como um pequeno pião, é torneada manualmente e tem a gravação da marca. O corpo do pião é complementado com o bico em metal – alumínio. As peças são feitas à mão, podendo apresentar pequenas variações.
      Embalagem
      Caixa em cartão microcanelado, envolvida por uma cinta em papel (olin) que contem uma ilustração exclusiva e o poema “Crescer”, onde se homenageia a infância portuguesa no tempo em que os meninos brincavam nas ruas seguros de que as decisões eram só suas. Naquele e neste tempo quem faz rodar um pião tem o mundo na palma da mão. Conteúdos em Português e Inglês.
      A.LE.026.A
      Pião Amarelo
      Ø155x205mm
      43 euros
    • A.LE.026.A
    • Ø155x205mm
    • 43 euros
O Galoque perdeu a cabeça
  • Referência
  • Medidas
  • P.V.P
  • Referência
  • Medidas
  • P.V.P
    • O Galo que perdeu a cabeça
      “O Galo que perdeu a cabeça” é uma representação de uma cabeça de galo, produzida em grés e disponível em duas versões – uma em grés natural e outra pintada manualmente segundo a técnica da pintura a vidro. Esta é uma peça simultaneamente decorativa e utilitária, podendo ser utilizada como um cabide de parede. Peças feitas à mão, podendo apresentar pequenas variações.
      Embalagem
      Caixa em cartão microcanelado, envolvida por uma cinta em papel (olin) com uma ilustração e a sinopse da estória “O Galo que perdeu a cabeça”, criadas exclusivamente para esta peça. Conteúdos em biligue – Português e Inglês.
      Z.LE.027.P
      Cabeça de Galo - pintada
      125x75x195mm
      39.90 euros
    • Z.LE.027.P
    • 125x75x195mm
    • 39.90 euros
    • O Galoque perdeu a cabeça
      “O Galo que perdeu a cabeça” é uma representação de uma cabeça de galo, produzida em grés e disponível em duas versões – uma em grés natural e outra pintada manualmente segundo a técnica da pintura a vidro. Esta é uma peça simultaneamente decorativa e utilitária, podendo ser utilizada como um cabide de parede. Peças feitas à mão, podendo apresentar pequenas variações.
      Embalagem
      Caixa em cartão microcanelado, envolvida por uma cinta em papel (olin) com uma ilustração e a sinopse da estória “O Galo que perdeu a cabeça”, criadas exclusivamente para esta peça. Conteúdos em biligue – Português e Inglês.
      Z.LE.027.N
      Cabeça de Galo - natural
      125x75x195mm
      24.80 euros
    • Z.LE.027.N
    • 125x75x195mm
    • 24.80 euros
    • O Galoque perdeu a cabeça
      “O Galo que perdeu a cabeça” é uma representação de uma cabeça de galo, produzida em grés e disponível em três versões – grés natural, preto mate e outra pintada manualmente segundo a técnica da pintura a vidro. Esta é uma peça puramente decorativa. Peças feitas à mão, podendo apresentar pequenas variações.
      Embalagem
      Caixa em cartão microcanelado, envolvida por uma cinta em papel (olin) com uma ilustração e a sinopse da estória “O Galo que perdeu a cabeça”, criadas exclusivamente para esta peça. Conteúdos em biligue – Português e Inglês.
      Z.LE.028.P
      Cabeça de Galo Mesa - pintada
      115x75x185mm 39.90 euros
    • Z.LE.028.P
    • 115x75x185mm
    • 39.90 euros
    • O Galoque perdeu a cabeça
      “O Galo que perdeu a cabeça” é uma representação de uma cabeça de galo, produzida em grés e disponível em três versões – grés natural, preto mate e outra pintada manualmente segundo a técnica da pintura a vidro. Esta é uma peça puramente decorativa. Peças feitas à mão, podendo apresentar pequenas variações.
      Embalagem
      Caixa em cartão microcanelado, envolvida por uma cinta em papel (olin) com uma ilustração e a sinopse da estória “O Galo que perdeu a cabeça”, criadas exclusivamente para esta peça. Conteúdos em biligue – Português e Inglês.
      Z.LE.028.N
      Cabeça de Galo Mesa - natural
      115x75x185mm 24.80 euros
    • Z.LE.028.N
    • 115x75x185mm
    • 24.80 euros
    • O Galoque perdeu a cabeça
      “O Galo que perdeu a cabeça” é uma representação de uma cabeça de galo, produzida em grés e disponível em três versões – grés natural, preto mate e outra pintada manualmente segundo a técnica da pintura a vidro. Esta é uma peça puramente decorativa. Peças feitas à mão, podendo apresentar pequenas variações.
      Embalagem
      Caixa em cartão microcanelado, envolvida por uma cinta em papel (olin) com uma ilustração e a sinopse da estória “O Galo que perdeu a cabeça”, criadas exclusivamente para esta peça. Conteúdos em biligue – Português e Inglês.
      Z.LE.028.B
      Cabeça de Galo Mesa - preto
      115x75x185mm 29.50 euros
    • Z.LE.028.B
    • 115x75x185mm
    • 29.50 euros
O cantardo Grilo
  • Referência
  • Medidas
  • P.V.P
    • O cantar do Grilo
      "O cantar do Grilo" é uma representação de uma observação própria, em faiança, vidrado segundo a tradicional técnica manual de mergulho.
      Esta peça, puramente decorativa, é enobrecida por patas em latão natural ou envelhecido, fundidas manualmente em molde de areia. As peças são feitas à mão, podendo apresentar pequenas variações.
      Embalagem
      Caixa com cartão microcanelado, envolvida por uma cinta em papel (olin) que contém a ilustração e a sinopse do conto "O cantar do Grilo", feitos exclusivamente para esta peça. Conteúdos em bilingue – Português e Inglês.
      Z.LE.029.PO
      Grilo com patas em latão oxidado
      285x135x75mm
      67.50 euros
    • Z.LE.029.PO
    • 285x135x75mm
    • 67.50 euros
    • O cantar do Grilo
      "O cantar do Grilo" é uma representação de uma observação própria, em faiança, vidrado segundo a tradicional técnica manual de mergulho.
      Esta peça, puramente decorativa, é enobrecida por patas em latão natural ou envelhecido, fundidas manualmente em molde de areia. As peças são feitas à mão, podendo apresentar pequenas variações.
      Embalagem
      Caixa com cartão microcanelado, envolvida por uma cinta em papel (olin) que contém a ilustração e a sinopse do conto "O cantar do Grilo", feitos exclusivamente para esta peça. Conteúdos em bilingue – Português e Inglês.
      Z.LE.029.PD
      Grilo com patas em latão natural
      285x135x75mm
      67.50 euros
    • Z.LE.029.PD
    • 285x135x75mm
    • 67.50 euros